quinta-feira, 12 de novembro de 2009

A JANELA DO TEMPO



A JANELA DO TEMPO
William Vicente Borges


Queria que houvesse uma janela do tempo
Para poder te ver novamente
Sorrindo pra mim.

Queria que houvesse uma janela do tempo
E por ela veria também nós dois
Se beijando no banco do jardim.

Mas só existe uma e se chama: Lembranças.
Pois você não existe mais pra mim.
Mesmo estando tão perto.

Queria que houvesse uma janela do tempo
Uma janela de verdade.
Pois faria o inusitado.

Saltaria por ela me jogaria em teus braços
E te diria: __ Estou aqui amor
Não me deixe nunca só, Por favor.

Mas a janela do tempo se chama lembranças
E confesso que elas não podem mais
Satisfazer meu pobre coração abandonado.

Por isso eu te digo olhando por outra janela
Chamada esperança: __ Estou aqui amor
Não me deixe mais só, Por favor. Ainda te amo!

.................................


Vila Velha - Verão de 2006

Um comentário:

Erico Bratfish disse...

OLÁ,

A JANELA DO TEMPO /

ISSO FAZ A GENTE VIAJAR...
PARABÉNS MEU AMIGO!

ERICO